BLOG DO LA - Fotos, Notícias e Festas dos Famosos por Luiz Alberto Barcellos: UM CIRURGIÃO TRAPALHÃO

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

UM CIRURGIÃO TRAPALHÃO


Um certo cirurgião plástico e dublê de dono de boate chegou a insinuar numa mesa que eu estava lhe pedindo convite para entrar em sua preciosa boate, preciosa somente para ele. Eu cá ouvi esta insinuação desse grosseiro cirurgião através de um telefonema de uma amiga. Disse tão alto que ouvi através do telefone dela! Ouvi a seguinte frase que me estarreceu: “Se ele quiser ir à minha boate, compre convite e vá.” O que eu acho absolutamente certo. Só que o comentário em mesa cheia não é certo e não confere com a verdade. Não vou a boates em Vitória, não pedi a esse rapaz grosseiro, que certamente não tem um pingo de noções de educação, nenhum convite gratuito. Esta boate eu só vejo quando me lembro de olhar (eu disse, quando me lembro) ao passar em frente. E a pedido de uma amiga inclui o nome deste cidadão na turma da PORTFOLIO para ir, GRATUITAMENTE, ao show de Paul McCartney na pista Premium, onde 100 privilegiados foram levados de ônibus leito bebericando uma cervejinha e desfrutando de um bom papo até a porta do estádio. O transporte também nos trouxe de volta para casa. A pedido de uma amiga, incluí o nome deste rapaz e esposa para estar conosco neste meio, que certamente ele não frequenta, pois eu nunca o vi frequentar. Não me confunda rapaz, com qualquer outro colunista que você tenha conhecido ou conhece. Sua primeira grosseria já foi anotada, você não compareceu ao nosso convite e tão pouco nos ligou agradecendo a gentileza. E mais, tentou insinuar que eu faço esquema toma lá dá cá. Se enxerga, cara! Você pra mim é ninguém. Tenho 30 anos de colunismo pisando em salões de gente como Jorginho Guinle, Carmem Mayrink Veiga, Marisa e Jair Coser, Diva e Gilberto Michelini e sou recebido nos melhores lugares de Vitória, onde, naturalmente, sua boate não se inclui. Preste bem atenção: eu te proíbo de usar o meu nome para qualquer insinuação. Te proíbo de me dirigir a palavra porque jamais vou gastar meu precioso tempo com uma pessoa da qual pouco ouvi falar. E mais, um comércio na Praia do Canto, qualquer um pode ter. Até mesmo você. E um conselho: Nunca mexa com quem você não sabe como pode reagir às suas ações. As minhas são claras e objetivas, acho você extremamente cretino. Não use meu nome em lugares públicos, porque certamente você responderá na justiça. Você e qualquer outro babaca que tente. Entendeu né?